Visitantes

Brazil 78,9% Brazil
United States 11,7% United States
Portugal 5,2% Portugal

Total:

39

Countries
2605670
Today: 1
This Week: 80
This Month: 1
Primeiro grupo espírita da internet

NOGUEIRA, FHG Os espíritos assombram a metrópole: sociabilidades espiritualistas (espírita e esotérica) em São Paulo na Primeira República (USP)

DOI  10.11606/T.8.2016.tde-11032016-160523
Documento  Tese de Doutorado
Autor  Nogueira, Fausto Henrique Gomes (Catálogo USP)
Nome completo  Fausto Henrique Gomes Nogueira
Unidade da USP  Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Área do Conhecimento  História Social
Data de Defesa  2015-11-13
Imprenta  São Paulo, 2015
Orientador  Glezer, Raquel (Catálogo USP)
Banca examinadora
Glezer, Raquel (Presidente)
Albieri, Sara
Deaecto, Marisa Midore
Isaia, Artur Cesar
Oliveira, Ana Luiza Martins Camargo de
 
Título em português Os espíritos assombram a metrópole: sociabilidades espiritualistas (espírita e esotérica) em São Paulo na Primeira República
 
Resumo em português
 
A presente pesquisa tem por objetivo, no contexto de modernização de São Paulo e laicização republicana, analisar os espaços de sociabilidade constituídos por associações espiritualistas (centros espíritas e círculos esotéricos) durante a chamada Primeira República (1889-1930). Essas associações foram construídas a partir do modelo de sociedades de ideias, locais nos quais se estabeleciam convivialidades ligadas aos ideários modernos, como liberdade, democracia e livre-pensamento. Foram utilizados os conceitos de sociedade de ideias, sociabilidade e intelectuais, a partir das formulações de autores como François Furet, Jean-Pierre Bastian, Maurice Agulhon e Jean-François Sirinelli. Para essa análise foram utilizadas uma diversidade de fontes, especialmente a imprensa especializada editada por essas associações.
 
Título em inglês  A metropolis haunted by spirits: spiritualist sociabilities (spiritist and esoteric) during the First Brazilian Republic in São Paulo.
 
Resumo em inglês
 
The purpose of this research is to analyze, in the context of the modernizing São Paulo and the republican secularization, the sociability spaces made up of spiritualist associations (spiritist centers and esoteric circles) during the so-called First Brazilian Republic (1889-1930). These associations were built over a model of societies of ideas. These were places where convivialidades [co-livingness], connected with the modern ideas, like freedom, democracy and free thinking, were established. There have been used the concepts of societies of ideas, sociability and intellectuals, based on the formulations of authors such as François Furet, Jean-Pierre Bastian, Maurice Agulhon e Jean-François Sirinelli. A diversity of sources has been used for this analysis, particularly specialized press edited by these associations.
Editores's Avatar

Editores