GEAE

 

 
CRONOLOGIA ESPÍRITA - Introdução
  
 
Introdução

 

 

 

Caro Leitor,

 

Nosso objetivo ao compilar esta pequena cronologia dos eventos que marcaram o movimento Espírita, nestes quase dois séculos de existência, é permitir uma rápida visão da sua história, fornecendo ao estudioso da doutrina ou ao historiador um modesto ponto de partida para pesquisas mais avançadas. 

A sabedoria romana dizia que a "Historia magistra vitae est", a história é a mestra da vida, e realmente sem o seu conhecimento fica difícil ao homem assimilar as lições já vividas, a evitar cair em velhos erros e por outro lado aproveitar as iniciativas bem sucedidas. Dentro da Doutrina Espírita esse velho ditado ganha nova vida, pois ao estudarmos os tempos idos, estamos estudando a nós mesmos, não na enganosa fantasia de termos tido papéis de destaque nos eventos analisados, mas pela certeza de que em nossa trajetória espiritual compartilhamos essas épocas e que no comportamento geral dos contemporâneos encontraremos nossos erros e acertos; encontraremos as causas dos tempos em que vivemos e as sementes do futuro. 

Procuramos nesta cronologia destacar não somente os eventos doutrinários, mas também realçar os eventos contemporâneos nas ciências e na cultura em geral, pois o Espiritismo é um fenômeno inserido em um contexto histórico. A Doutrina Espírita surgiu no mundo na época em que os homens estavam preparados, pela natural evolução da civilização, a entende-la e dar-lhe continuidade. O século de Kardec é também o século de Darwin, de Freud, de Zamenhof, o século em que a escravidão foi banida de todos os países civilizados, enfim o século XIX foi uma época de tal modo marcante na história da humanidade que talvez só lhe possa comparar ao século de Augusto, em que entre outros eventos nasceu Jesus de Nazaré, ou ao século de Péricles, idade de ouro da Grécia antiga. 

Vemos nos eventos relacionados nesta cronologia uma seqüência; vemos a ciência, a filosofia e a religião caminhando a passos seguros rumo a uma nova compreensão do problema fundamental da humanidade, "O que somos ? De onde viemos ? Por que estamos aqui ? Para onde iremos ?", questões estudadas e respondidas pela Doutrina Espírita a partir de 1857, ou seja, vemos nos diversos campos uma união de esforços que inevitavelmente resultará em uma nova "visão de mundo", que substituirá o materialismo em nossa sociedade e marcará uma nova fase na evolução da humanidade. 
  

Carlos A. I. Bernardo