Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

CENTRO UNIVERSITÁRIO SÃO CAMILO

CURSO DE MESTRADO EM BIOÉTICA

 

Angélica Bogatzky Ribeiro

 

A REENCARNAÇÃO E SUA INTERFACE COM A BIOÉTICA


Dissertação apresentada ao Curso de
Mestrado em Bioética do Centro
Universitário São Camilo, como exigência
parcial à obtenção do Título de Mestre.

Orientador: Prof. Dr. William Saad Hossne
Co-orientador: Prof. Dr. Franklin Leopoldo e Silva

São Paulo
2009

RIBEIRO, Angélica Bogatzky. A Reencarnação e sua interface com a Bioética. São Paulo: 2009. 242p. Dissertação (Mestrado em Bioética) – Centro Universitário São Camilo.

RESUMO Partindo do pressuposto de que a Bioética é um movimento essencialmente pluralista, que respeita linhas diversas de pensamentos na busca da melhor conduta frente aos avanços da ciência, foi objetivo desse trabalho questionar se a Reencarnação, seja em sua essência doutrinária ou filosófica, ou em sua figuração como hipótese científica de uma lei biológica, poderia ou não ser modelo para reflexões bioéticas. Para isso, partindo-se do estudo sistemático, analítico e crítico de obras literárias franca ou conceitualmente reencarnacionistas, houve a preocupação de investigar a essência ética das principais doutrinas que tratam da Reencarnação: Civilização do Antigo Egito; Hinduísmo; Budismo; Taoísmo; Gnosticismo Cristão; Filosofia Pitagórica e Platônica da Grécia Antiga; Filosofia de Leibniz e Espiritismo de Kardec na Idade Moderna. Estabelecida a relação entre a essência do pensamento reencarnacionista e a ética, baseada, sobretudo, na crença da Imortalidade das Almas, na Pluralidade das Existências e na lei cármica de causa e efeito, segundo a Justiça Divina, houve o cuidado de levantarem-se pesquisas científicas sobre fatos e fenômenos inexplicáveis pela ciência vigente, que suscitaram utilizar-se da hipótese de Reencarnação ou Imortalidade das Almas para explicação conveniente dos resultados encontrados, como Lembranças de Vida Passada, Experiência de Quase Morte e Fatos Espíritas. A partir daí, o trabalho verteu pela Bioética, na busca de pontos de possível interface entre a Reencarnação e os Princípios e Referenciais Bioéticos. Concluiu-se que a Reencarnação oferece uma base filosófica, científica e doutrinária sustentável, com vistas a um possível e eventual reconhecimento conceitual e prático pela Bioética.

Palavras-chave: Bioética; Reencarnação; Ética; Ciência.

Powered by OrdaSoft!